Foto: Paratinga Notícias / Reprodução

Macaúbas perde por 6 a 0 para a seleção de Paratinga pelo Intermunicipal

A terceira rodada do Campeonato Intermunicipal de Futebol da Bahia terminou de forma dramática para a seleção macaubense. Jogando em casa, Macaúbas viu a seleção de Paratinga balançar a rede seis vezes neste domingo (31).

A seleção de Paratinga com este resultado assume a liderança do grupo com 7 pontos, tendo como próximo adversário a mesma seleção de Macaúbas no jogo de volta.

Paratinga jogou com João Paulo, Cebolinha, Emerson, Fabinho, Sérgio, Janú (depois Airton), Auricinho (Melado), Tom (Van), Roberto, Leonardo e Gel. O técnico Cidão.

Macaúbas jogou com Dedé, Eduardo, Everton (depois Derly), Reno, Reidner, Cherri, Ricardo, Fábio (Arilson), Zezinho (Vá), Anderson e Bigo. Térnico João Marcelo.

Veja a classificação do grupo 18:

CLASSIFICAÇÃO  POSIÇÃO PONTOS J V E D GP GC SG %
Paratinga 1 7 3 2 1 0 10 3 7 77.78
Guanambi 2 4 3 1 1 1 5 4 1 44.44
Macaúbas 3 3 3 1 0 2 3 9 -6 33.33
Luís Eduardo Magalhães 4 2 3 0 2 1 3 5 -2 22.22
Imagem: TCM-A|Reprodução

Bacia do Paramirim: Boquira lidera gastos com publicidade em 2014

A prefeitura de Boquira lidera os gastos com publicidade neste ano de 2014 entre os municípios da Bacia do Paramirim, segundo dados declarados pela administração junto ao Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM). Somente entre os meses de fevereiro e julho, foram informados os gastos de R$ 69,164,92. Desse valor, R$ R$ 50.983,00 foram em contrato com Adriana de Oliveira Cardoso-ME, que tem sede na cidade de Guanambi. Outros contratados foram o Instituto Municipal de Administração Pública-IM e Avandir da Silva Vieira-ME.

Anualmente, o TCM-BA disponibiliza lista das empresas ou veículos de comunicação que prestam serviços de publicidade obrigatório ou promocional, efetuadas pelos municípios. Os dados informados são apenas aqueles que a prefeitura declara ao Sistema Integrado de Gestão e Auditoria (SIGA).

Outras cidades da Bacia do Paramirim

 A prefeitura de Botuporã gastou entre janeiro e julho R$ 21.637,26, distribuídos em contratos com: Empresa Gráfica da Bahia, PR-Imprensa Nacional, Parque Publiciário LTDA-ME, Isaías Rodrigues de Lima e Associação Transparência Municipal.

Em Caturama, a administração municipal teve um dispêndio com publicidade no valor de R$ 13.075,00 até julho, em contratos com: Wilson Alves dos Santos, Rede Brasileira de Publicações e Atos Oficiais-LTDA, Associação Transparência Municipal, Avanildo Bomfim Brandão de Oliveira e Jornal O Eco LTDA.

A prefeitura de Érico Cardoso usou do seu orçamento um total de R$ 8.215,00 até maio, último mês que informou os gastos ao TCM. Seus contratos foram realizados com o Jornal O Eco LTDA e Associação Transparência Municipal.

A administração de Macaúbas destinou R$ 29.465,00 a contratos com a Rede Brasileira de Publicações e Atos Oficiais-LTDA, Instituto de Pesquisas Municipais-IPM Brasil, Marizete Batista de Pádua-ME e Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Municipal.

A prefeitura de Rio do Pires gastou R$ 7.733,00 em contratos com a Rede DOM-Rede Brasileira de Publicidade e Atos Oficiais e Isaías Rodrigues de Lima.

A administração municipal de Tanque Novo teve um gasto de 39.000,00 exclusivamente em contrato com a Plataforma 4 Comunicação e Marketing Full Service.

As prefeituras de Paramirim e Ibipitanga não disponibilizaram os gastos junto ao TCM.

Para visualizar os gastos com publicidade da prefeitura ou câmara da sua cidade, acesse o link: TCM-BA

Foto: Cydo Sylva | CM

População de Macaúbas é de 49.861 habitantes, estima IBGE

Foto: Cydo Sylva | CM
Foto: Cydo Sylva | CM

A população macaubense em 2014 alcançou os 49.861 (quarenta e nove mil, oitocentos e sessenta e um) habitantes, de acordo com relatório divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (28).

O número é maior que o informado pelo órgão em 2013: 49.436, ante 47.915 em 2012.

Veja a população estimada para 2014 em municípios da região:

Barreiras: 152.208

Bom Jesus da Lapa: 68.922

Boquira: 22.409

Botuporã: 11.089

Brotas de Macaúbas: 11.158

Brumado: 69.022

Caturama: 9.762

Érico Cardoso: 11.472

Guanambi: 85.237

Ibipitanga: 15.231

Ibotirama: 27.405

Livramento de Nossa Senhora: 45.647

Luís Eduardo Magalhães: 76.420

Macaúbas: 49.861

Oliveira dos Brejinhos: 22.756

Paramirim: 21.961

Paratinga: 32.452

Riacho de Santana: 35.819

Rio de Contas: 13.556

Rio do Pires: 12.060

Tanque Novo: 17.601

Nos dados nacionais, o Brasil tem 202.768.562 habitantes e os números refletem a população no começo de julho deste ano de 2014.

O Estado mais populoso é São Paulo, com 44.035.304 habitantes. Roraima tem a menor população: 496.936 habitantes. Minas Gerais fica em segundo lugar, com 20.734.097 habitantes. O Estado do Rio de Janeiro tem a terceira maior população do País, com 16.461.173 habitantes. A Bahia aparece em quarto lugar, com 15.126.371, o que representa 7,5% da população brasileira.

O município de São Paulo é citado com 11.895.893 habitantes; o município do Rio de Janeiro, com 6.453.682 habitantes; Salvador, em terceiro lugar entre os 25 cidades mais populosa, aparece com 2.902.927 habitantes.

 

Foto: Luciano da Mata e Fernando Amorim| Ag. A TARDE | Reprodução

Eleições 2014: Pesquisa Ibope traz Paulo Souto na liderança e Rui Costa em segundo

O candidato ao governo da Bahia pelo DEM, Paulo Souto, continua na liderança da corrida pelo Palácio de Ondina, de acordo com pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (27). O ex-governador que no levantamento de julho aparecia com 42% das intenções de voto, agora está com 44%. Com esse resultado, ele ganharia em primeiro turno.
A senadora Lídice da Mata (PSB) que antes ocupava a segunda posição com 11%, caiu para 9% e foi ultrapassada por Rui Costa (PT) com 15%. Antes o petista tinha 8% das intenções de votos.
Entre os entrevistados, 16% disseram que votam em branco ou nulo e 14% estão indecisos. A margem de erro é de 3% para mais ou menos. A pesquisa ouviu 1.008 pessoas entre 23 e 25 de agosto.
Rogério Tadeu Da Luz (PRTB) se manteve na quarta posição com 1%. Renata Mallet (PSTU) continuou com 1% e Marcos Mendes (PSOL), que antes aparecia com 1%, não pontuou nesse levantamento.
O Ibope simulou um segundo turno entre Souto e Lídice, já que eram os úncios candidatos que apresentavam mais de 10% de intenções de votos na pesquisa anterior. Nesse cenário, o democrata venceria com 49% dos votos contra 17% de Lídice. Os números de eleitores que disseram que votariam em branco ou nulo foi de 18% e 16% de indecisos.

Com informações do A Tarde.

Seleção macaubense bate Luís Eduardo Magalhães no Intermunicipal

A seleção de Macaúbas venceu a equipe de Luís Eduardo Magalhães jogando em casa neste domingo (24) por 3 a 1, pela segunda rodada do Campeonato Intermunicipal de Futebol Amador da Bahia 2014. 

Foi o primeiro triunfo macaubense na competição, pois na primeira rodada o time perdeu para Guanambi por 2 a 0. 

O próximo compromisso de Macaúbas é no domingo (31), contra Paratinga, na casa do adversário, às 15h.

Veja como está a classificação do grupo 18, após a segunda rodada:

GRUPO 18                    
CLASSIFICAÇÃO  POS PON J V E D GP GC SG %
PARATINGA 1 4 2 1 1 0 4 3 1 66.67
GUANAMBÍ 2 3 2 1 0 1 4 3 1 50.00
MACAÚBAS 3 3 2 1 0 1 3 3 0 50.00
LUÍS EDUARDO MAGALHÃES 4 1 2 0 1 1 2 4 -2 16.67

Após derrota na estreia, Macaúbas enfrenta Luís Eduardo Magalhães em casa pelo Intermunicipal

O Campeonato Intermunicipal de Futebol Amador da Bahia 2014 iniciou no último dia 10 de agosto e a seleção macaubense começou no dia 17 com o pé esquerdo. A equipe perdeu fora de casa para Guanambi por 2 a 0, gols de Denis Costa e Junior Alves.

O próximo compromisso é em casa, contra a seleção de Luís Eduardo Magalhães, no dia 24, às 15h. Veja como está classificação no grupo 18, ao qual Macaúbas está inserido:

Classificação grupo 18

paulosouto1908

Candidato ao governo da Bahia pelo DEM, Paulo Souto é entrevistado pelo BA TV; Confira na íntegra

O candidato do DEM ao governo da Bahia, Paulo Souto, foi entrevistado ao vivo no BATV, jornal da TV Bahia, afiliada da TV Globo, nesta terça-feira (19), pelos apresentadores do Jefferson Beltrão e Kátia Guzzo. Na segunda-feira (18), foi entrevistado o candidato petista Rui Costa. Confira abaixo o vídeo na íntegra:

Jefferson Beltrão: O senhor foi derrotado nas últimas duas eleições, em 2006 e 2010, ambas no primeiro turno. A primeira derrota em 2006 foi considerada surpreendente, tirando a chance da reeleição. Já na segunda, em 2010, a vantagem do seu adversário foi muito maior. O que leva o senhor a acreditar que as suas propostas, derrotadas por duas vezes, vão voltar a conquistar o eleitor?

Paulo Souto: Olhe, sobretudo o acolhimento que nós temos tido de uma parte majoritária da populacão baiana que tem nos mostrado de uma forma muita clara que deseja um caminho diferente para a Bahia. Isso ficou claro durante a pré-campanha, está muito claro agora. Um certo sentimento de exaustão com o governo petista que está há oito anos e não consegue resolver os problemas básicos da nossa população, principalmente as questões relacionadas aos serviços públicos que afetam diretamente a vida das pessoas aqui em nosso estado. Basicamente, a questão da segurança pública, a questão da sáude, que é gravíssima, e também os desencontros que nós temos tido na questão educacional no estado.

Kátia Guzzo: Um candidato para se eleger depende muito das bases partidárias, do trabalho dos prefeitos? Pergunto isso porque oficialmente o senhor conta até agora com o apoio de cerca de 60  prefeitos num total de 417. Isto significa que o senhor vai precisar trabalhar muito para reverter essa situação ou o apoio dos prefeitos não é decisivo?

Paulo Souto: Olhe, o fundamenal é a aliança que a oposição fez na Bahia. Nós unimos os três maiores partidos da oposição – Democratas, o PSDB e o PMDB -, e mais conjunto de 12 partidos, fazendo uma aliança inédita das oposições no estado. Esse apoio político é absolutamente fundamental. Claro, nós temos o apoio de prefeito, temos sim. Eu acho que muitos aguardam um momento mais propício para declarar esse apoio.

Kátia Guzzo: O senhor vai investir nisso?

Paulo Souto: Nós vamos continuar recebendo essas manisfestações de apoio. Agora, o que há, Kátia, o que há é um sentimento da população de que quer realmente uma transformação na Bahia. Isso está muito claro, não apenas pelas pesquisas que nós temos presenciado, que têm sido publicadas, mas sobretudo por esse sentimento que nós temos percebido na população. Isso é uma coisa muito forte. É uma reijeição clara e expressa ao governo do PT. Nesses oito anos eles tiveram uma oportunidade de oito anos seguidos. Ninguém na história política recente da Bahia, nenhum governador, teve essa oportunidade de governar oito anos continuamente.

Jefferson Beltrão: Quando o senhor era governador foi muito criticado por não investir o suficiente na área de saúde com a construção de hospitais, provocando a falta de leitos, de UTIs e de equipamentos para exames mais complexos. E ainda a peregrinação de doentes atrás de atendimento na capital. Por que o senhor não investiu como deveria nessa área tão fundamental para a população?

Paulo Souto: Veja o que é que é que a propaganda do PT, a exacerbada propaganda do PT,  consegue. Consegue até que são pessoas bem informadas possam eventualmente acreditar nisso. Não é verdade. Em quatro anos, por exemplo, nós construímos o Hospital do Oeste, em Barreiras; construímos a maternidade de referência José Maria Magalhães, aqui no Pau Miúdo, que é a melhor maternidade pública do nordeste; construímos o Instituto do Coração; fizemos novos hospitais em Ribeira do Pombal e em Alagoinhas.

Kátia Guzzo: Mas além de Barreiras, onde mais? Porque a peregrinação é maior do interior atrás de atendimento aqui na capital.

Paulo Souto: Deixamos em construção dois hospitais que foram concluídos em Irecê e em Juazeiro. De modo que houve sim essa preocupação. Veja que isso é muito mais em quatro anos do que agora em oito anos. Agora, o que há hoje é uma extrema desorganização na gestão, por exemplo, da famigerada central de regulação. Na verdade, quando a gente no interior e fala de uma central de regulação há um protesto generalizado das pessoas que dizem que esssa é a forma do governo escolher quem deve ser salvo e quem não deve ser salvo. Isso é o que está acontecendo na Bahia e é preciso ter projetos sobre isso. Nós temos projetos sobre isso. Não apenas a construção dos hospitais regionais, Kátia, porque essa construção, qualquer que seja o novo governador, ela demora algum tempo. Mas nós precisamos recompor a organização dos nossos hospitais e, sobretudo, a situação de emergência é tão grande que nós teremos que… [a fala do candidato foi interrompida porque o tempo esgotou].

Jefferson Beltrão: Seu tempo está esgotado candidato. O senhor tem 30 segundo para as suas considerações finais.

Paulo Souto: Muito bem. Eu quero dizer a Bahia que ela pode acreditar. Ela pode acreditar na nossa capacidade de recompor serviços publicos, não apenas na saúde como eu já vinha falando, mas na segurança pública que é essencial. Olhe, se tivesse sido mantida a taxa de homicídios que existia em nossa época teriam sido poupadas 20 mil vidas na Bahia. Essa é uma forma de se dizer claramente como o governo atual não foi eficiente do ponto de vista da segurança pública.

Fonte: site G1.

Email: correiomacaubense@gmail.com Tel: 0719603-1692

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 27 outros seguidores