Imagens: Reprodução / TSE
Montagem: Correio Macaubense

Em sessão realizada nesta quinta-feira (23), o Ministério Público estadual denunciou o prefeito de Botuporã, Moaci Nunes de Queiroz, por haver, no exercício financeiro de 2009, fechado contratos diretos com pessoas físicas e jurídicas no valor de R$ 1.979.945,00, sem atender às hipóteses previstas para o caso de inexigibilidade de licitação. Queiroz é candidato à reeleição na cidade pelo PP.
Na mesma sessão, o MP ofereceu denúncia contra Jusmari Terezinha Souza de Oliveira, prefeita do município de Barreiras, e Pedro Blen da Silva, empresário. A prefeita é acusada de ter alugado, em 2009, máquinas e veículos para realizar serviços de terraplanagem e melhoria de estradas em povoados de Barreiras, contratando diversas empresas pelo valor de R$ 327.950,00. O MP revelou que, embora constem como credoras outras empresas, o denunciado Pedro Blen de Souza, representando a Blen e Souza Ltda., foi o único beneficiário, recebendo R$ 261.385,00, valor menor que o efetivamente contratado. Jusmari também concorre à reeleição pelo PSD.

Anúncios