A Polícia Militar da Bahia empregará 31.512 policiais e bombeiros militares na Operação Eleições 2012 em todo estado. O objetivo, segundo a corporação, é oferecer mais segurança aos eleitores dos 417 municípios que irão participar do pleito que definirá os futuros prefeitos.

O esquema especial de segurança teve início com o policiamento no período da campanha eleitoral, nos comícios, shows e eventos realizados, observando-se a legislação eleitoral.

Entre as ações a serem desenvolvidas pela PM estão a escolta das urnas eleitorais até os locais de votação e a guarda das mesmas até o início dos trabalhos eleitorais pelos presidentes das mesas receptoras.

No dia da votação, 7 de outubro, o policiamento será montado a partir das 7h em uma distância de 100 metros de cada seção eleitoral. Após o encerramento, às 17h, as urnas serão escoltadas até o local de apuração, onde o policiamento permanecerá até a conclusão do pleito.

O comando da instituição designou, até agora, 124 oficiais para atuar como coordenadores de policiamento nas cidades do interior do estado, a fim de dinamizar as ações de segurança pública. Além disso, um outro grupo de oficiais atuará como interlocutores em um posto avançado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para atender as demandas eleitorais.

A Ouvidoria da PM estará de prontidão durante todo o período eleitoral atendendo ao cidadão por meio do 0800 284 0011 e do site institucional.

Foto: Cydo Sylva / Correio Macaubense
Anúncios