Foto: Divulgação

O cantor e compositor baiano Cristiano Neves, natural de Morro do Chapéu, foi impedido pela Justiça Eleitoral paulistana de concorrer a uma vaga na Câmara de Vereadores deste ano. O motivo foi que o cantor não estava em dia com as obrigações eleitorais. Segundo o juiz da 1ª Zona Eleitoral, Henrique Harris Júnior, João Messias dos Santos Neves, nome de registro do artista, só quitou a multa por ausência às urnas no dia 2 de agosto, quando já havia esgotado o prazo para tal ato.

Cristiano, que concorria pelo PDT, ainda recorreu da decisão, mas não obteve êxito. Na divulgação dos resultados para vereadores em Sao Paulo, ele aparece sem votos, mas, como explica o Tribunal Superior Eleitoral, não significa que ele não foi votado, é por estar indeferido com recurso.

Em entrevista ao Correio Macaubense, Cristiano contou que deixou de votar em 2010 e não justificou o voto, o que culminou na sua impugnação. “Como fui barrado, minha propaganda deixou de ser veiculada na televisão e no rádio, então, muitos dos meus fã não ficaram sabendo que eu era candidato. Mas a vida continua”, afirmou. “O que fica é o aprendizado, foi minha primeira vez na política e estarei firme e forte como deputado estadual em 2014”, adiantou Cristiano, que deixou aberta a possibilidade de concorrer em São Paulo ou na Bahia.

Anúncios