A Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) do estado da Bahia realizará a partir desta segunda-feira (1º de abril), o mapeamento situacional do trabalho infantil no Território de Identidade da Bacia do Paramirim.

Os trabalhos começam com as primeiras audiências públicas nos municípios de Macaúbas e Paramirim, envolvendo prefeitos, secretários e lideranças locais. Em seguida, as cidades de Boquira, Botuporã, Caturama, Érico Cardoso, Ibipitanga, Rio do Pires e Tanque Novo também serão ouvidas.

A proposta foi apresentada nesta quinta-feira (28), durante a reunião ordinária do Comitê Gestor da Agenda Bahia do Trabalho Decente, que tem na Agenda Bahia do Trabalho Decente o trabalho infantil como um dos eixos prioritários. A chefe de gabinete da Setre, Olívia Santana, presidiu o encontro, em substituição ao secretário Nilton Vasconcelos.

Execução – A ação será executada pela Organização Não-Governamental Avante (Educação e Mobilização Social), com a qual a Setre firmou convênio para treinar 60 agentes públicos e conselheiros municipais da Bacia do Paramirim.

O estudo será um dos desdobramentos da visita realizada entre os dias 7 e 11 de novembro de 2011, pela 3ª Caravana Bahia Livre do Trabalho Infantil e demonstra o esforço do Governo do Estado da Bahia no enfrentamento ao trabalho infantil.

Denominado “Todos Juntos – Fortalecimento institucional para prevenção e combate ao trabalho infantil no Território de Identidade Bacia do Paramirim”, o projeto contempla atividades de mobilização, treinamento e articulação.

Para execução deste projeto, a Setre contará com as parcerias da Secretaria de Desenvolvimento Social e de Combate à Pobreza (Sedes), Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), Organização Internacional do Trabalho (OIT), Ministério Público do Trabalho (MPT), Fórum Estadual contra o Trabalho Infantil (Fetipa).
28.03.2013
Ascom/Setre

Anúncios