A sexta-feira (7) foi especial para os quatro alunos do Colégio Estadual Professor José Batista da Mota, de Macaúbas, premiados nas categorias estadual e nacional na Olímpiada Brasileira de Física das Escolas Públicas de 2012. Su­ellen de Al­meida (prata nacional e ouro estadual), Alípio Souza Silva, Ed­vânio Campos Ma­cedo e Mô­nica Santos Souza foram recebidos pela manhã pelo secretário Estadual de Educação Osvaldo Barreto na sede da secretaria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. Lá, o gestor estadual da Educação atendeu ao pedido dos estudantes macaubenses e prometeu uma quadra esportiva na escola destaque na competição.

Foto: SEC/Divulgação
Foto: SEC/Divulgação

A ce­rimônia de en­trega das me­da­lhas foi re­a­li­zada à tarde na Rei­toria da Uni­ver­si­dade Fe­deral da Bahia, no bairro do Ca­nela, também em Sal­vador, onde um total de 32 estudantes da rede estadual da Bahia foram premiados.

Ainda no en­contro na sede, o se­cre­tário e os es­tu­dantes con­ver­saram sobre mo­ti­vação edu­ca­ci­onal, an­seios pro­fis­si­o­nais e, so­bre­tudo, da ale­gria da con­quista do prêmio. “Estou muito feliz com essa vi­tória de vocês, jo­vens bri­lhantes, frutos de uma es­cola que está mo­ti­vada, e da par­ti­ci­pação da fa­mília, junto aos pro­fes­sores, fun­ci­o­ná­rios e ges­tores. É im­por­tante que vocês saibam que o tra­balho que fa­zemos na Se­cre­taria da Edu­cação sempre tem como foco prin­cipal o es­tu­dante e a es­cola. Es­tamos aqui, em equipe, atu­ando com o ob­je­tivo de me­lhorar a qua­li­dade da edu­cação”, disse o se­cre­tário Os­valdo Bar­reto.

Su­ellen de Al­meida, 18 anos, es­tu­dante da 3ª série do en­sino médio, afirmou que a olim­píada pode servir de in­cen­tivo para o es­tudo da fí­sica, já que muitos es­tu­dantes con­si­deram a dis­ci­plina di­fícil. “Tem que es­tudar, como se faz com qual­quer outra dis­ci­plina. A gente aprende e passa a gostar. Ga­nhar a me­dalha é um re­co­nhe­ci­mento. Essas vi­tó­rias mos­tram que todos têm ca­pa­ci­dade para al­cançar seus ob­je­tivos”, afirma a jovem, que está de­ci­dida a ser mé­dica. Emo­ci­o­nado, o pai de Su­ellen, Se­bas­tião de Al­meida, não es­condeu o or­gulho: “Ela é muito ba­ta­lha­dora, es­tuda 12 horas por dia. Se Deus quiser, vai ser uma vi­to­riosa”.

Anúncios