Uma operação conjunta das polícias Civil e Militar, deflagrada para o cumprimento de mandados de prisão contra os traficantes Franclin Darleg Oliveira e João Batista Vieira, e também de busca e apreensão, na Fazenda Jibóia, na zona rural de Bom Jesus da Lapa, na terça-feira (28), onde estavam escondidos, resultou na apreensão de mais de 100 quilos de drogas e armamento. O material apreendido estava acondicionado em cinco galões de 50 litros enterrados no quintal da propriedade.
Segundo o titular da 24ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Bom Jesus da Lapa), delegado Leonardo Soares, as investigações para se chegar aos criminosos levaram cerca de seis meses. Na fazenda, foram apreendidos 63 quilos de crack, 49 quilos de maconha e 5,5 quilos de cocaína. Três pistolas 9mm e calibre 380, um revólver calibre 38, uma espingarda calibre 12 e outra de ar comprimido, duas carabinas calibre 22, 12 carregadores, farta munição, sete rádios comunicadores e R$ 28 mil em espécie.
Dois veículos também foram encontrados no local, uma motocicleta Honda Bros NXR, placa OUH-1535, um automóvel Polo preto, placa DIE-9504. Juntamente com João Batista Vieira e outro comparsa, Fraclin fazia a guarda das drogas e armas. Os três traficantes atiraram quando perceberam a chegada dos policiais, que reagiram. João Batista e o homem ainda não idetificado foram feridos e levados a um hospital de Bom Jesus da Lapa, mas não resistiram.
SALVADOR
Franclin, que conseguiu fugir do cerco à fazenda depois de trocar tiros com os policiais, foi preso, nesta quarta-feira (29), ao se apresentar na sede da Coorpin/Bom Jesus da Lapa. Ele é integrante da quadrilha do traficante Francileno de Jesus Nunes, o “Su”, que se encontra no presídio da Mata Escura, em Salvador. Franclin ficará custodiado na carceragem daquela unidade policial, à disposição da Justiça.
Além 24ª Coorpin, participaram da operação equipes da 38ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) e da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE -Semiárido), que contaram também com o apoio de agentes do Serviço de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública (SSP). O material apreendido seguiu para exames periciais no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Anúncios