O pai acusado de mandar matar o próprio filho em novembro de 2011, no povoado de Curralinho, município de Macaúbas, foi condenado em júri popular no fórum da cidade nesta quinta-feira (13) a 22 anos e seis meses de prisão em regime fechado. O crime ocorreu após Zenilton Silva Costa contratar o agricultor Uilton de Jesus Santos por R$ 1 mil para matar o próprio filho de 8 anos, para o qual era obrigado a pagar pensão alimentícia no valor de R$ 40,00 mensais

A pena será cumprida na Penitenciária Lemos Brito em Salvador. O autor do crime, Uilton de Jesus Santos, condenado a 20 anos, cumpre pena desde julho de 2013, quando foi julgado e condenado.

As informações são do Macaúbas On Off.

Anúncios