sam_9140Tem causado indignação entre os moradores de Macaúbas o aumento de salário concedido a prefeito, vice, vereadores e secretários. A lei sancionada pelo prefeito José João Pereira (PSB) tem assinatura do dia 30 de junho de 2016, mas só foi publicada no Diário Oficial do Município na última sexta-feira (30).

Diante do ato do gestor, um abaixo assinado foi criado na cidade para tentar fazer com que prefeito e vereadores voltem atrás. Mesmo sendo um aumento que acompanha a legislação, os organizadores da petição online argumentam que a medida é imoral, se considerar a situação financeira do município, que estaria com salários de funcionários em atraso.

A lei número 632/2016 de junho deste ano fixa o aumento do salário dos vereadores de R$ 6.100,00 para R$ 10.100,00 a partir de janeiro de 2017.

Já a lei de número 633/2016, também publicada no Diário Oficial nesta segunda, aumenta o salário do prefeito a partir de janeiro para R$ 19.600,00; o vice-prefeito passaria a ganhar 10.300,00; e os secretários receberiam subsídios mensais de R$ 5.600,00.

Para tentar reverter o aumento salarial, um grupo tem se articulado na cidade. O abaixo assinado criado no site Change.Org reunia 473 apoiadores até o início desta tarde.

Anúncios