image-modal_exemplo

Duas servidores públicas do município de Macaúbas perderam seus cargos de confiança na Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador, com a chegada do novo presidente, o deputado estadual Ângelo Coronel (PSD). O pessedista, ligado ao senador Otto Alencar (PSD), venceu a disputa na última semana depois que o ex-presidente Marcelo Nilo (PSL), há dez anos no poder da Casa, desistiu de tentar o sexto mandato de presidente.

Heloisa Bomfim Moreno estava na função comissionado de auxiliar de gabinete da coordenação de nutrição da Assembleia Legislativa. De acordo com portal da Casa de leis da Bahia, o salário base para o posto que a auxiliar ocupava, FC01, era de R$ 937,00. No entanto, há possibilidade de ter os vencimentos acrescidos em 150% com gratificação sobre o salário inicial.

A outra servidora pública da prefeitura de Macaúbas é Maritza do Socorro Novato Bonfim, que tinha salário inicial de R$ 1.137,04 mil uma função gratificada. Segundo o Diário Oficial do Legislativo baiano, a funcionária teria ganho licença prêmio no período de 02/01/2017 a 01/02/2017. Sua exoneração foi publicada no mesmo diário oficial nesta terça-feira (7).

Ambas as servidoras foram colocadas à disposição da prefeitura de Macaúbas.

Anúncios